O que avaliar em um certificado de calibração? Descubra aqui!

certificado de calibração
4 minutos para ler

O uso de equipamentos de medição, como as balanças, é muito comum em diversas atividades e processos de uma empresa. O desgaste devido ao uso contínuo, aliado à falta de uma manutenção preventiva, trazem dúvidas quanto à eficácia do equipamento em informar medições de confiança. A fim de garantir medições confiáveis e rastreáveis, é fundamental que esses equipamentos sejam calibrados periodicamente.

A calibração de uma balança, que estabelece uma relação entre os valores de um padrão e as indicações do instrumento (VIM3 2.39), permite identificar possíveis erros de medição e sua incerteza associada. Ao calibrar um instrumento, é obtido um certificado de calibração, que deve ser analisado e interpretado para garantir que os equipamentos estão adequados para uso.

Quer saber mais sobre o que avaliar em um certificado de calibração? Continue a leitura deste artigo!

Itens obrigatórios em um certificado de calibração

Cada empresa de calibração emite um certificado diferente. Contudo, a NBR ISO/IEC 17025 determina o conteúdo mínimo que os certificados de calibração devem apresentar:

  • título;
  • nome, endereço do laboratório e local onde foi realizada a calibração;
  • identificação do final do documento;
  • nome e informações de contato do cliente;
  • método utilizado (adições, desvios ou exclusões em relação ao método, se necessário);
  • informações do instrumento calibração (identificação e, quando necessário, condição do item);
  • data da calibração e da emissão do certificado;
  • declaração de que os resultados se referem somente ao item calibrado;
  • resultado da calibração (antes e depois de qualquer ajuste);
  • a incerteza de medição do resultado da calibração;
  • condições do ambiente onde foi feita a calibração;
  • evidência de rastreabilidade;
  • identificação da pessoa que autoriza o relatório;
  • quando os resultados forem de provedores externos, uma identificação clara sobre isso.

Portanto, o primeiro passo para uma análise crítica de um certificado é procurar por essas informações, que devem estar presentes de maneira clara e objetiva. Alguns dos itens acima podem e devem estar com uma breve descrição, como o método utilizado, bem como as condições ambientais do local onde foi realizada a calibração.

Evidência de rastreabilidade

Rastreabilidade pode ser definida, de uma maneira simplificada, como a possibilidade de relacionar o resultado com uma cadeia ininterrupta e documentada de calibrações, cada uma contribuindo para a incerteza da medição. Ou seja, a rastreabilidade requer uma hierarquia de calibração estabelecida.

Para garantir que a rastreabilidade informada no certificado é confiável, basta realizar a calibração em laboratórios acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação do INMETRO (Cgcre), seja da Rede Brasileira de Laboratórios de Ensaios (RBLE), seja da Rede Brasileira de Calibração (RBC).

Critérios de aceitação

Os critérios de aceitação são fundamentais, pois o equipamento só é validado com base no critério de aceitação. O erro mais a incerteza deve ser menor ou igual ao critério de aceitação. Portanto, deve-se verificar se os critérios estipulados pela empresa estão de acordo com o impresso no certificado.

A importância de avaliar um certificado de calibração

A avaliação de um certificado de calibração serve como mais uma etapa para garantir que os equipamentos de precisão, utilizados pela empresa, tenham confiabilidade de medição. Uma boa análise do certificado permite que a empresa decida se continua utilizando o equipamento, se realiza ajustes, ou se descarta o equipamento.

Por fim, garantir que o certificado de calibração esteja de acordo com a norma 17025 é mais uma certeza para o empreendedor, comprovando que a calibração foi realizada com rastreabilidade e dando credibilidade às medições.

Avaliar um certificado de calibração é fundamental para conhecer seu instrumento de medição. Se você ainda tem dúvidas ou quer saber mais sobre o assunto, deixe um comentário para que possamos te ajudar!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-