As 5 principais exigências do INMETRO para uma balança

exigências do inmetro para uma balança
6 minutos para ler

A fabricação de qualquer equipamento de medição obrigatoriamente exige um rigoroso exercício de controle de qualidade, o qual é o responsável por atestar se as ferramentas de medição estão aptas para o uso. Neste contexto, tratando especificamente sobre a aplicação de balanças, é interessante destacarmos as exigências do INMETRO para uma balança.

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro é o órgão público que regulamenta em nosso país todas as diretrizes acerca da metrologia e afins. Deste modo, cabe a ele determinar quais são as condições mínimas que um equipamento de medição precisa atingir para então ser disponibilizado para a sociedade, como é o caso de uma balança.

Sendo assim, confira abaixo mais sobre a atuação do INMETRO e ainda 5 exigências para uma balança!

O INMETRO no Brasil

O INMETRO é um instituto que tem como um dos objetivos munir e fortalecer as empresas nacionais no quesito controle de qualidade de processos, produtos e serviços. Além disso, vale destacarmos que este órgão também realiza um importante papel para o consumidor brasileiro, o qual encontra respaldo e proteção a partir das diretrizes do INMETRO.

São várias as funções deste instituto, dentre elas cabe enfatizar:

  • elaborar e executar as políticas nacionais de metrologia e de qualidade, ambas aplicadas nos produtos comercializados em todo território nacional;
  • conservar os padrões das unidades de medida;
  • servir como suporte técnico ao Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro);
  • amparar as empresas brasileiras no setor de metrologia, fazendo com que elas adotem padrões de produção internacionalmente reconhecidos.

5 exigências do INMETRO para uma balança

Veja agora 5 pontos os quais toda balança precisa preencher, segundo o INMETRO, para ser classificada como apta para a utilização.

1. Lacre

O lacre de uma balança é colocado após a colocação de seu selo, ambos pelos fiscais do INMETRO ou do IPEM (Instituto de Pesos e Medidas) dependendo de cada estado, visando assim evitar que sejam alteradas as características metrológicas da balança.

Um ponto que merece ser destacado é em relação às balanças que apresentam lacres danificados/alterados, já que muito provavelmente isto indica que este tipo de equipamento sofreu algum tipo de violação, a qual poderá torná-lo inutilizável até uma nova inspeção técnica de um órgão competente.

2. Placa de identificação

Toda balança precisa constar em sua estrutura física informações básicas acerca de sua procedência, modo de funcionamento, tipo de classe, fabricante e entre outros.

Segundo o INMETRO, todas estas informações obrigatoriamente precisam constar na placa de identificação, sendo elas expressas da seguinte forma:

  • nome do fabricante com endereço completo e CNPJ;
  • modelo de registro da balança;
  • mês e ano de fabricação da balança;
  • faixa de temperatura a qual a balança consegue operar com eficiência;
  • número único de série da balança;
  • o perfil de consumo de energia elétrica (em Watts);
  • número e ano da publicação da portaria de aprovação de modelo no INMETRO;
  • o valor da carga máxima que a balança suporta pesar;
  • o valor da carga mínima que a balança consegue mensurar.

3. Selo do INMETRO exposto

O selo do INMETRO atesta que a balança passou por todos os testes de qualidade do instituto após ser fabricada, ou seja, que ela se encontra em condições satisfatórias para a realização do processo de mensuração.

4. Aprovação de modelo

Há vários tipos de balanças disponíveis no mercado, por esse motivo, cada modelo de balança tem o seu respectivo parâmetro de qualidade a ser avaliado pelo INMETRO, o qual designamos de Avaliação de Modelo.

Nesta avaliação o INMETRO analisa a documentação do equipamento e realiza ensaios em amostras do modelo, buscando assim verificar se as condições metrológicas da balança condizem com o que está especificado em sua ficha técnica.

Sendo assim, precisa constar na estrutura da balança as informações que comprovam a aprovação daquele modelo em questão junto ao INMETRO.

5. Verificação no portal PAM

A Portaria de Aprovação de Modelos de Instrumento de Medição – PAM, é uma base de dados que reúne as portarias de aprovação de modelos. Em outras palavras, é um tipo de registro que arquiva todas as informações acerca da comercialização nacional de instrumentos de medição.

Desta forma, ao ser aprovado pelo INMETRO um modelo de equipamento de medição passa a ter seus dados cadastrados no PAM, contendo assim todas as informações técnicas necessárias para uma averiguação de confiabilidade.

Cabe destacar que a verificação no portal PAM é uma importante ferramenta para atestar as origens de uma balança, isto é, em caso de dúvidas em relação à procedência de determinado equipamento, a consulta neste portal é fundamental para uma verificação segura.

Medidas preventivas para uma balança

É importante salientarmos também que mesmo adquirindo uma balança devidamente regulamentada, o proprietário precisa ficar atento com algumas medidas preventivas que favorecem o correto funcionamento do equipamento.

Uma delas é garantir que periodicamente a balança passará por processo de calibração junto a uma empresa especializada na área, para que assim sejam evitados erros de medição e o funcionamento do equipamento fora da faixa adequada.

Consequências de adquirir balanças não regulamentadas

Tanto na indústria quanto no comércio em geral o processo de mensurar uma massa é algo extremamente importante, já que envolve a qualidade/quantidade de processos e produtos. Por isso, há penalizações graves para quem utilizar balanças no comércio e na indústria as quais não são devidamente regulamentadas.

Em vista disso, caso um fiscal encontre balanças sendo utilizadas para fins comerciais as quais não tem a correta regulamentação, o estabelecimento em questão estará sujeito a receber elevadas multas. Além disso, correrá riscos de sofrer processos judiciais, uma vez que essa prática é considerada como crime.

Portanto, percebemos que as exigências do INMETRO para uma balança são essenciais para a garantia do funcionamento correto deste equipamento. Além disso, cabe ressaltarmos a importância de manter a balança em um local adequado, para que assim todas as informações contidas nela acerca das exigências não sofram com o desgaste acelerado e sejam danificadas posteriormente.

O conteúdo foi interessante para você? Então assine a nossa newsletter e tenha acesso a mais artigos sobre balanças e outros temas sobre metrologia em geral!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-